Doméstica já pode bater o ponto na web, via celular

O Globo

Se a equiparação dos direitos trabalhistas das empregadas domésticas foi o tema das conversas no último mês, para os empreendedores Kiko Pereira e Carlos Felippe, o assunto rendeu mais que conversa. A dupla da B4H Serviços em Computação criou um aplicativo, o Ponto Doméstica, para auxiliar empregadores e domésticas na gestão das horas trabalhadas. A ideia é dar à funcionária a possibilidade de “bater o ponto” através de um telefone celular.

O download do aplicativo deverá ser feito no aparelho celular da doméstica, ou qualquer outro aparelho de onde será “batido o ponto”. Quando o ponto de entrada, ou de saída, for “batido”, o empregador receberá um e-mail informando a data e a hora. Caso tenha e-mail cadastrado no site, a doméstica também receberá cópia.

Se o aparelho tiver a função de localização disponível e habilitada, o empregador poderá inclusive identificar o local de onde o ponto foi batido — formato ideal para quem não está em casa quando a funcionária chega ou vai embora. O aplicativo e o serviço são gratuitos.

— Foi um projeto de desenvolvimento simples e a ideia é, com o crescimento do serviço, atrair anunciantes — explica Kiko.

Para vários navegadores

A ideia partiu dele, que chamou Felippe, seu ex-aluno na UFRJ (e hoje professor da escola) para o projeto.

Kiko explica que o serviço funciona em qualquer aparelho celular com o sistema Android (versão 2.1 ou superior) instalado; em qualquer aparelho celular com acesso à internet, via rede móvel ou wi-fi; ou em qualquer computador com os navegadores Chrome, FireFox, Safari ou Internet Explorer (versão 8 ou superior) instalado. No caso de saída da doméstica do emprego, seu nome será desativado do sistema. O aplicativo já pode ser baixado.

Comentários (1)

A idéia é muito interessante, resta saber se é viável no sentido de que a doméstica disponha de um celular mais sofisticado com o Android ou com internet. Abraços.Guenia
http:www.sospesquisaerorschacj.com.br

Deixe um comentário